Páginas

domingo, 3 de março de 2013

VEREADORES REJEITAM COBRANÇA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA


As bancadas do PDT e PP demonstraram bom entrosamento e sintonia com o pensamento popular ao barrar o projeto de cobrança da Contribuição para Custeio da Iluminação Pública - CIP, proposto pelo Executivo Municipal e defendido entusiasticamente pela bancada do PT. Na votação ocorrida na sessão do dia 25/02/2013, o projeto de lei foi reprovado por 5 a 3 (o presidente só vota em caso de empate).

Com isso, está sepultada a intenção da administração petista de cobrar R$ 2,00 por residência e R$ 4,00 por estabelecimento comercial da cidade e do interior, para custear a iluminação pública. Entre as justificativas apresentadas, os vereadores da oposição argumentaram que, num momento em que o próprio Governo Federal, administrado pelo PT, anuncia a redução dos custos da energia elétrica, não fazia sentido o Município ir em caminho oposto, onerando os consumidores itacurubienses. Outro ponto destacado é que a energia elétrica brasileira é das mais caras, comparadas com a de outros países desenvolvidos ou em desenvolvimento. 

CIDADE QUASE ÀS ESCURAS

Bairro Preto à noite
Se era intenção do Governo Municipal deixar o serviço de iluminação pública se precarizar a fim de forçar a opinião pública a apoiar a proposta de lei instituindo a cobrança da CIP não se sabe. Mas o fato é que vários pontos de iluminação não estão funcionando na cidade. O Bairro Preto, por exemplo, está praticamente às escuras. O pior é que é provável que a Prefeitura pague à AES Sul pelo número de pontos de iluminação,  estejam eles funcionando ou não. 

17 comentários:

  1. muito lindo cobrar por uma iluminação publica que quase nao tem "pra fazer economia" e implantar diárias pra passarem caminhando atoa. bem feito que os vereadores nao aprovaram um descalabro desses

    ResponderExcluir
  2. Ninguém vai quebrar por pagar dois pila por mês pra ter ruas iluminadas e seguras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas cadê a coerência desse governo do pt? E ainda tem "riquinho" dizendo que ninguém vai quebrar por pagar R$ 2,00. Termos ruas iluminadas é um direito que nos assiste como cidadãos que somos, termos segurança, seja com rua iluminadas ou não, também é um direito que nos assiste. Portanto, se para vc R$ 2,00 não deixam mais pobre, pra muitos outros esse mesmo valor é o do pão que precisam dar a seus filhos. A presidente Dilma, pessoa do mesmo partido do prefeito, está reduzindo o valor da energia elétrica em todo o país, enquanto isso, aqui neste povo de poucos recursos, os administradores, que são do mesmo partido da presidente, querem nos obrigar a pagar mais na nossa conta da luz. Por isso pergunto: -Cadê a coerência?

      Excluir
    2. Isso é verdadi, essi partidinho aqui no município é um ninho di cobras. Gastei meu voto e ainda consegui mais um monti di votos pra essis qui agora istão aí, mais si arrependimento matassi, com certeza eu e muitos outros já taria mortos. Mas a volta vem, cachorrada...

      Excluir
  3. Mas que tropa de BURROS não perceberam em nenhum momento que o prefeito não queria aprovar aumento em conta de luz e nem dar aumento de salário para o assessor juridico. aquilo tudo foi uma pegadinha pros burros dos vereadores do PP e PDT se segarem na hipocresia deles combatemdo somente isto, fazendo demagogia porque ia aumentar 800,00 no salario do juridico enquanto tem professor ganhando 5.ooo,oo por mês com apenas 3 alunos dentro da sala de aula, isto sim é ser marajá. quanto a conta de luz é uma determinação do TCE o prefeito tava pouco se lixando se iam ou não iam aprovar, a parte dele ele fez mandou pra camera, agora se o tribunal vier pra cima ele diz: não posso cobrar não passou pela camera. O que o prefeito queria mesmo era aprovar os 20 (VINTE) cargos de CCs, sem extinguir nenhum. Os burros dos vereadore do PP e PDT votaram a favor dos cargo, são sócios nos futuros CABOS ELEITORAIS, digo, servidores do município e nem perceberam que ao permitirem o pedido de vista do vereador do PT ao mesmo tempo permitiram a retirada do projeto do aumento do juridico e junto a retirada da extinção dos cargos. E ainda se acham esperto cantando de galo que os vereadores de oposição fizeram isto e aquilo, CONCORDARAM ISTO SIM COM A CRIAÇÃO DE UM TREM DA ALEGRIA PARA MAIS VINTE CARGOS. Quando quiserem aula de articulação politica procurem o PT procurem o MARION este sim sabe fazer politica, quieto botou os seis vereadores do PP e PDT no bolso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas que trem da alegria??? os cargo nao foram criados... o projeto foi retirado. vai te atualiza antes de fala bobage e chama os otros de burro

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    4. Comentário editado:

      conversa fiada que não. Queria aumento sim pro seu jurídico e tbm queria a aprovação da taxa de contribuição da iluminação. Agora que o ilustre vereador ***** é esperto não se discute o homem da nó em pingo d'agua. A ****** que o diga!

      Excluir
    5. Comentário editado:

      Bahhh...Que o vereador ****** é esperto ninguém dúvida....Tem até **** ******** e não descontenta nenhuma!!!kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. "camera" (tu estás se referindo a uma máquina de fotografar ou a uma marca de azeite?

    ResponderExcluir
  5. primeiro pra alguém vim chamar os outros de burro deve ao menos saber escrever né...é o cúmulo pagar pela iluminação publica sendo que a mesma é um direito que nós cidadãos temos. Aos PTs não queiram dar uma de espertinhos, a volta vem!

    ResponderExcluir
  6. Em primeiro lugar, os cargos criados pelo executivo e aprovados pelos vereadores são cargos temporários e todos na área da saúde, não podendo portanto, serem contrariados até porque a saúde esta atravessando seu pior momento desde sua implantação no município,a desordem tomou conta é só olhar e ver. Essa história de obrigação de criação de taxa de iluminação pública se existe mesmo não foi enviado nenhum documento pra câmara comprovando. E qto ao aumento para o jurídico esse sim foi tentado exaustivamente pelo prefeito e pelos vereadores do PT, tanto quanto o projeto de criação de diárias, como essa gente gosta de se fazer, né? O tempo vai dizer quem é esperto ou pensa que é...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais que certo, são cargos na área da saúde, os vereadores não poderiam ignorar esse fato, pois como sabemos, a saúde em nosso município está deixando muito a desejar. Não adianta ficar culpando um secretário, pois ele é um servidor mandado, pior, cargo de confiança do prefeito, portanto, como sabemos, esses cargos só fazem o que são determinados a fazer, não têm autonomia nenhuma. Única coisa que os vereadores devem fazer agora, sobre os cargos criados, é fiscalizarem como será feita essa seleção, pois a meu ver, esse negócio de selecionar através de entrevista é mais usada para empresa privada, que no caso têm outros direitos, são regidos pela CLT, o que não é o caso de servidor público. Outra, para selecionar alguém por entrevista, a banca examinadora deverá ser composta por pessoas de nível técnico ou cultural superior ao dos entrevistados, isto na área de cada cargo. Vamos abrir os olhos, vereadores, pois pelo tempo dado para as inscrições (4 horas) numa segunda-feira, sendo que o edital é conhecido apenas no sábado anterior, é jogo de cartas marcadas, pois que tempo terão de providenciar documentação os pretendentes aos cargos? Só farão inscrições os que de alguma maneira já estavam a par dessas decisões e tenham providenciado a documentação a tempo. Estamos de olho, pois como já disse, este povo é da paz, mas não é idiota!

      Excluir
    2. verdade! É incrível como os eleitores do Grosso estão chiando, apavorados com os editais publicados, isenção!! Parece não ser o forte desse time que esta visivelmente sendo tendencioso, nossa esperança é que os vereadores cumpram com seu papel, fiscalizem e denunciem esse ato abusivo e desrespeitoso dessa administração.

      Excluir
  7. nossa que vergonha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Akkkkkk! Parece que estão sendo confeccionadas algumas camisetas com o slogan "348 motivos para se envergonhar"!

      Excluir

Regras dos comentários:

1) Os comentários não refletem a opinião do Blog e são de inteira responsabilidade de seus autores.
2) O Blog reserva-se o direito de moderar comentários com conteúdo ofensivo ou que lesem direitos.
3) O anonimato é vedado pela Constituição Federal. Os comentários podem ser rastreados e o seu autor descoberto. Utilize este espaço com responsabilidade.
4) Comentários com mais de dez linhas não serão aprovados.